SEGUNDA PELE

Muito além da estética, os cuidados com o sol são uma questão de saúde. Saiba como se proteger na estação mais quente do ano e também o que usar quando exagerar na dose

 


Se você é do tipo “macho”, que não se importa em jogar futebol sem camisa sob um sol a pino, ou daqueles que encaram uma praia ao meio-dia, está na hora de mudar seus hábitos. Motivos não faltam: a começar pelo estético, já que os raios solares são um dos principais responsáveis pelo envelhecimento e por manchas no rosto e pelo corpo. Sem falar naquele tom de pele vermelho-camarão e do famoso descascado, que deixaram de ser charmosos lá pela década de 80. E, se o apelo estético ainda for pouco, vale lembrar que a exposição aos raios solares é a grande culpada pelo câncer de pele. Em outras palavras, aquele pedido às vezes chato da mãe, mulher ou namorada em prol do protetor solar faz todo o sentido. “Já ouvi homens dizerem que não usam filtro por medo que o produto cause espinhas. Mas hoje existem boas opções no mercado que, além da proteção, ajudam a manter a oleosidade sob controle”, explica o dermatologista Jardis Volpe.

Na medida certa: O protetor deve ser usado sempre, até mesmo nos dias chuvosos. No entanto, sempre que você estiver diretamente exposto ao sol – como acontece na praia ou na piscina –, os cuidados precisam ser redobrados. Homens com pele mais morena podem optar por produtos com fator de proteção (FPS) 15 ou 30; já os de pele mais clara devem escolher os bloqueadores com FPS mínimo de 45.
E, em todos os casos, o produto precisa ser reaplicado a cada duas horas.

A melhor escolha: Quem tem pele oleosa deve usar um protetor em gel, conhecido como Oil Free. Já aqueles que possuem pele normal ou seca podem manter a tradicional versão em creme.

Pôr do sol: A pele que foi exposta ao sol fica muito mais ressecada, probleminha que pode ser resolvido com a ajuda de um bom hidratante (não se assuste, pois já existem várias opções sem aquela textura “pegajosa”). Além de evitar que a pele descame, esses produtos mantêm o bronzeado por mais tempo. Mas se você vacilou e deixou a pele esturricar, a saída é apelar para os produtos específicos para o pós-sol, que acalmam a derme, ajudando a reduzir a vermelhidão e o inchaço.

 

1.Pós-Sol Gel Hidratante, da Sundown. Hidrata e suaviza a pele. R$ 15,30.


2. Génifique aprés Soleil, da Lancôme. Spray que refresca e hidrata a pele. R$ 179


3. Lipikar Baume AP, da La Roche-Posay. Restaura e acalma a pele exposta ao sol. R$ 116


4. Lait Solaire, da Biotherm. Com FPS 30, protege o corpo e o rosto da ação dos raios UVA e UVB. R$ 159


5. Uv Men Plus, da Clarins. Possui FPS 40 e protege o rosto dos raios ultravioletas e da ação do tempo. R$ 173


6. Photoage Serum, da Dermage. Filtro solar para o rosto, possui FPS 30 e textura não oleosa. R$ 62


7. Very High Sun Protection Lotion, da Shiseido. Protetor solar com textura não oleosa e FPS 50 para ser aplicado no corpo e no rosto. R$ 202