AS CABELEIRAS DO ROCK

Paulo Ricardo, do eterno RPM, recentemente disse em um artigo que a melhor definição que ouviu sobre Jon Bon Jovi é a de que o cantor tem “o melhor cabelo do rock”. Será mesmo? Dê uma conferida em outros penteados que fizeram e ainda fazem sucesso dentro do universo roqueiro

 

Por Piti Vieira

 

1. Robert Smith


O vocalista e guitarrista do The Cure se tornou um ícone da moda gótica com seus cabelos milimetricamente despenteados.

2. Joey Ramone


O vocalista do Ramones prova com seu penteado que para ser punk nunca foi preciso ter um moicano.

3. Jim Morrisson


Com seu cabelo levemente ondulado e repicado nas pontas, o rei lagarto conquistou muitos corações.

4. Elvis Presley


O famoso topete fez as mulheres delirar durante décadas. Já mais velho, o rei virou adepto do topete com costeletas.

5. David Bowie


O camaleão do rock, em seu momento andrógino, causava com seus mullets e franja repicada.

6. Janis Joplin


A eterna rainha doidona do rock ditou moda com seu estilo, roupas e, principalmente, com seus cabelos longos e esvoaçantes.

7. Slash


O ex-guitarrista do Guns N’ Roses já admitiu que para enfrentar a timidez usava uma cartola que deixava seu cabelo preso, cobrindo o rosto.

8. Raul Seixas


Um dos artistas brasileiros mais cultuados e queridos entre os fãs, Raulzito representava a Sociedade Alternativa com o seu cabelão rebelde.

9. Jimi Hendrix


O guitarrista assumia com muito orgulho seu black power desgrenhado.

10. Dee Snider


Ninguém tem tanto estilo quanto o vocalista do Twisted Sister e sua cabeleira de ovelha.

 

Electropop melancólico


A dupla canadense Junior Boys, formada por Jeremy Greenspan e Matt Didemus, lançou o álbum It’s all true, seu quarto trabalho de estúdio, cheio de referências multidisciplinares, como Orson Welles e Howard Hughes, entre outros. Falamos com Jeremy, pelo telefone.

Como a ideia de envelhecer fisica e mentalmente influencia sua obra?
Tem um efeito tremendo. Costumo escrever sobre saudade, sobre a juventude perdida, todos esses tipos de coisas, porque acho que são ideias universais que as pessoas pensam sobre o tempo todo.

Orson Welles é uma fonte de inspiração para algumas das faixas do It’s all true. Por que ele é tão importante para você e para o álbum?
Estava passando por uma crise na época, sentindo que estava ficando velho em um mundo que não é bom para o envelhecimento. Mas não tenho a licença poética para falar sobre o assunto. Assistindo ao It’s all true, que o Orson Welles filmou no Brasil, percebi que ele era um artista que falou quase que exclusivamente sobre essas ansiedades.

Quando estava compondo seu novo disco, você levou em conta o que é popular na cena de dance music atual?
Levamos em conta o que nos interessa. Eu ainda estou interessado no que está acontecendo em Detroit, e ainda acho que existem pessoas realmente importantes e vitais lá no momento, como Kyle Hall, Theo Parrish e Omar S.

 

Museu John Peel


A coleção do DJ e radialista inglês John Peel, figura mitológica na história musical inglesa, que durante anos apresentou um programa na BBC, vai virar um museu online interativo. Será criada uma versão virtual do seu estúdio caseiro e da sua coleção musical. Visitantes poderão ver as anotações do DJ e assistir a apresentações das famosas Peel Sessions (quando artistas – de Joy Division a Primal Scream – gravavam uma minissessão ao vivo no estúdio) e a entrevistas com músicos convidados.

 

Palinha


DJ Mau Mau está completando 25 anos de carreira. Confira as preferências de um dos pioneiros da música eletrônica no Brasil.

• Música favorita do ano passado: Machines must die (DJ Mau Mau remix), Anderson Noise.
• Três música antigas favoritas: Hi tech jazz, do Underground Resistance, World destruction, do Afrika bambaataa & John Lydon, e Genius of love, do Tom Tom Club.
• Artista novo favorito: Ray Okpara.
• Minha colaboração dos sonhos: Sonho realizado! Desenvolver a Opera O guarani com o maestro Fabio Oliveira, em versão eletrônica.
• Último grande show a que assisti: do Massive Attack.
• Equipamento musical ou instrumento favorito: toca-discos Technics MK.
• Disco preferido que comprei: qualquer um do Prefuse 73.
• Melhor cidade para se tocar: São Paulo.
• Coisa mais estranha que já recebeu de um fã: um set mixado de psy trance
• Meu toque de celular: meu toque é básico, que vem no próprio aparelho. No caso, como se fosse
um telefone antigo.

 

AGENDA
Os melhores shows de abril

FESTIVAL ISTAMBUL AGORA
De 11 a 22, o Sesc SP apresenta duas semanas de arte e cultura contemporânea de Istambul, com uma programação variada de música, dança, DJs e artes visuais.

METAL OPEN AIR
Nos dias 20, 21 e 22, em São Luís, no Maranhão, acontece o maior festival de heavy metal do Brasil, com bandas como Megadeth, Anthrax e Rock ’n’ Roll All Stars, supergrupo que reúne astros como Gene Simmons (Kiss), Joe Elliott (Def Leppard), Matt Sorum, Duff McKagan e Gilby Clarke (Guns N’ Roses), Glenn Hughes (Deep Purple) e Mike Inez (Alice in Chains), entre outros.

THE DAMNED
A seminal banda de punk e rock gótico se apresenta no Clash Club, em São Paulo, no dia 12.

THURSTON MOORE
A voz masculina, e uma das guitarras do Sonic Youth, toca no dia 11 no Opinião Bar, em Porto Alegre, e no dia 12, no Cine Joia, em São Paulo.