PEQUENA NOTÁVEL

Aqui no Brasil, mesmo com o sucesso das scooters, temos mania de associar as 125 cilindradas às motos usadas por motoboys. Na Europa, entretanto, a variedade de modelos com motor de baixa cilindrada é bem maior

 

Um bom exemplo é a Suzuki VanVan RV 125, fabricada pela montadora japonesa na década de 70 e reintroduzida no mercado europeu. Perfeita para uma volta em torno de propriedades rurais e praias, a VanVan, quando foi lançada, tinha como principais compradores surfistas e fazendeiros. Já hoje, eles são jovens urbanos com pouca grana para gastar em um veículo, mas que não querem perder em estilo.

 

Vintage tecnológica
De estilo retrô, o modelo é equipado com pneus “balão”, que remetem às motos do começo dos anos 1970. A nostalgia, entretanto, acaba no visual, uma vez que a VanVan é equipada com motor monocilíndrico, o que a torna econômica, devido ao baixo consumo (cerca de 27 km/l). Também possui manutenção simples e barata.

 

Conforto

A suspensão macia e o largo e comprido banco deixam-na confortável e tornam os buracos quase imperceptíveis. Sorte do carona, que não precisa ficar espremido entre o piloto e o bagageiro.

 

Leve, mas encorpada
A VanVan é quatro tempos, refrigerada a ar, tem câmbio de seis marchas, pneus robustos e pesa 127 quilos. As fabricadas após 2003 já vêm com injeção de combustível em vez de carburador.

 

Acelerando

Apesar de ser lenta no arranque, com o trocar de marchas o motor começa a se libertar, permitindo rodar facilmente nos 80 km/h. A velocidade máxima de 115 km/h é conseguida em sexta marcha, sendo necessário para tal uma boa descida.