F-1 DE RUA

No início da década de 1990, a McLaren surpreendeu os amantes da velocidade ao lançar o primeiro carro de rua da escuderia de F-1

 

Por Suzana Borin

 

O lendário esportivo McLaren F1 inovava ao carregar todas as tecnologias desenvolvidas nas pistas de corrida. Pois a equipe britânica quer repetir a dose com o novo P1 McLaren, apresentado no último Salão de Paris. Mas será necessário entrar na fila para levar um desse para a garagem. Pudera: apenas 500 carros serão fabricados a partir de 2013.

 

Inspiração

O design do McLaren P1 é semelhante aos atuais carros de corrida da marca, incluindo o 12C GT3 racer, que disputa o FIA GT3 European Championship. O único diferencial é que ele possui uma linha mais agressiva como a traseira que exibe apenas uma saída de escapamento.

 

Linhas perfeitas

A carroceria foi desenvolvida no túnel de vento da montadora, localizado na cidade de Woking, na Inglaterra. O carro é feito em fibra de carbono, o que o deixa mais leve e ideal tanto para os circuitos de velocidade quanto para a estrada. Com aerodinâmica perfeita, os quase 1,3 mil kg se transformam em apenas 600 kg ao atingir a velocidade máxima de 384 km/h. A asa traseira se ajusta automaticamente para aumentar a força vertical descendente (downforce) e otimizar a aerodinâmica.

 

Tecnologia avançada

O projeto foi idealizado por Frank Stephenson, diretor de design da McLaren, que aproveitou para inserir as últimas novidades da Fórmula 1 no novo modelo. Uma delas é o sistema de recuperação de energia elétrica KERS, que aumenta a performance do motor.