ADEUS, RESSACA!

Bem-humorado, livro ensina as melhores receitas para você combater na cozinha o mal-estar pós-bebedeira

 

Por Bruno Weis

 

Asbeg (acima) reuniu dicas saborosas e eficientes para sobrevivermos ao dia seguinte

Comer, rezar e amar é conto de fadas, deixe para Hollywood. Aqui, na terrena e divertida vida nossa de cada dia, o lance é beber, comer e sobreviver. Exatamente nessa ordem. “Do mais simples ovo frito com gema mole à mais elaborada feijoada, uma refeição reforçada sempre foi um eficaz remédio contra os males do dia seguinte. Existem remédios, vitaminas e simpatias, mas nada se compara a uma bela, grande e, em geral, calórica refeição”, garante o cineasta e escritor Pedro Asbeg, 37 anos. Ele fala com autoridade. O carioca passou os últimos dois anos pesquisando ingredientes e suas propriedades regenerativas, conversando com amigos, entrevistando médicos e testando receitas. Tudo para escrever o livro Beber, Comer, Sobreviver – Cozinhando de Ressaca (editora Memória Visual), lançado no fim de 2012. O resultado é um manual divertido com receitas e sacadas para ajudar cada um de nós a buscar, na cozinha, a salvação diante daquela ressaca monstruosa. O livro ainda inclui sugestões de onde voltar à vida em várias cidades do mundo. “Tentei equilibrar dicas saborosas com alguma eficácia científica”, conta Asbeg. “Por isso incluí também receitas mais saudáveis, como a salada de beterraba. Quis fazer um livro simples para que qualquer um pudesse usar, mesmo sob condições lastimáveis e sem ser nenhum chef. Busquei, sobretudo, escrever com algum humor, até para ajudar quem acorda de ressaca a relaxar”, explica o autor. Selecionamos aqui quatro receitas, entre as 30 presentes no livro, e macetes – não necessariamente gastronômicos – de três dos “mestres” ouvidos pelo autor. Agora dá para beber sem medo, vai!

“Fui para Madri e me puseram na primeira classe. Bebi todos os vinhos que a Iberia tinha e cheguei com uma ressaca monumental. Eu tinha que comer, estava morrendo de fome, mas também sem nada que me apetecesse por causa da ressaca. Além disso, TODOS os restaurantes estavam fechados. Andando pelas ruas desertas encontrei um senhor que entendeu meus sentimentos e me apresentou a um gazpacho andaluz. Na hora em que a primeira colherada tocou minha boca seca, senti um enorme bem-estar.

José de Abreu, ator

 

 

“Como um belo hambúrguer, daqueles bem suculentos e gordurosos e aguento, na marra e sem remédios, a maldita da ressaca. Se não melhorar, pelo menos pude saborear, sem culpa, o que deixaria para outro dia.

Malvino Salvador, ator

 

 

 

 

“Tem uma receita pra lá de interessante para evitar a ressaca, que nasceu de profundos estudos de nossa turma do cineclube Cauim (cachaça em tupi), em particular da cabeça do prof. Sergio Ferreira – o maior cientista brasileiro vivo e estudioso em ‘dor’. Aí vai: ‘Diclofenato sódico + Omeprazol’. No primeiro xixi da madrugada, Paracetamol. Não tem erro!

Sócrates Brasileiro, jogador de futebol (1954-2011)

 

 

 

 

Salada de beterraba e maçã

• 3 beterrabas pequenas
• 1 maçã
• 2 colheres de sopa de iogurte
• 1 colher de sopa de salsa
• 1 colher de sopa de azeite
• ½ limão
• Sal e pimenta-do-reino a gosto, de preferência moídos na hora

1. Pique a salsa e coloque em uma tigela. No mesmo recipiente, adicione iogurte, sal, pimenta, azeite e limão. Tampe e reserve na geladeira.
2. Descasque as beterrabas e corte-as nas fatias mais finas que você conseguir. Em um prato largo, faça uma pequena montanha com as beterrabas no centro do prato.
3. Descasque a maçã e corte-a em cubos pequenos.
4. Coloque os cubos de maçã ao redor da beterraba e regue com o molho de iogurte. Sirva imediatamente.

 

Bacon com ovos mexidos

• 4 fatias de bacon
• 2 ovos
• 3 gotas de tabasco
• 1 colher de sopa de leite
• 1 colher de sopa de salsa batida
• Sal e pimenta-do-reino a gosto, de preferência moídos na hora

1. Em uma vasilha grande, bata os ovos, com leite, sal, pimenta-do reino e tabasco.
2. Aqueça, em fogo alto, uma frigideira larga e antiaderente. Coloque as fatias de bacon e frite cada lado por 2 minutos ou até que ele esteja cozido e crocante. Tire da frigideira, coloque em um prato, seque com papel-toalha e reserve.
3. Tire o excesso de gordura da frigideira e coloque os ovos. Em fogo baixo, frite por um minuto, misture, ponha a salsa, misture novamente e sirva com o bacon e duas torradas de pão de forma.

 

Cheeseburguer

• 200 g de patinho moído
• 1 ovo • 1 colher de chá de cominho em pó
• 1 colher de sopa de farinha de rosca
• 1 colher de chá de molho inglês
• 200 g de queijo fundido em fatias
• 1 colher de sopa de óleo
• 1 pão careca
• Sal e pimenta-do-reino a gosto, de preferência moídos na hora

1. Em uma tigela, misture a carne, o ovo, o molho inglês, a pimenta, o cominho, a farinha e o sal. Faça pequenas bolinhas de carne e molde-as de forma a ter um hambúrguer uniforme e não muito alto.
2. Leve o pão a um forno pré-aquecido.
3. Em uma frigideira, aqueça o óleo em fogo alto por um minuto. Ponha o hambúrguer na frigideira e frite-o por 2 minutos. Com uma espátula, vire o hambúrguer e cubra-o com o queijo. Abaixe o fogo, tampe a frigideira e frite por mais 2 minutos.

 

Espaguete com molho de tomate, linguiça e pimenta calabresa

• 150 g de espaguete
• 1 cebola roxa média
• 100 g de linguiça calabresa
• 1 colher de chá de pimenta-calabresa
• 4 colheres de sopa de vinho tinto
• ½ lata de tomate pelati
• 1 colher de chá de açúcar
• 50 g de queijo parmesão
• 1 colher de sopa de sal grosso
• Sal e pimenta-do-reino a gosto, de preferência moídos na hora

1. Em uma panela grande, aqueça 3 litros d’água e o sal grosso.
2. Corte a cebola em cubos pequenos e a linguiça em rodelas. Reserve ambos,
em recipientes diferentes.
3. Em uma frigideira larga ou em uma panela, aqueça o azeite e refogue a cebola. Depois de 2 minutos, coloque a pimenta-calabresa. Misture e refogue por mais 2 minutos.
4. Ponha metade do vinho na frigideira e deixe o álcool evaporar. Coloque a linguiça e frite por 3 minutos, misturando bem para que os sabores se agreguem. Abaixe o fogo, coloque o restante do vinho, o açúcar e o tomate. Cozinhe por 10 minutos, com a frigideira tampada.
5. Quando a água ferver, coloque o espaguete na panela e cozinhe-o até seu ponto favorito, misturando de vez em quando.
6. Escorra o macarrão e leve-o para a frigideira onde está o molho. Misture bem, rale o queijo por cima e sirva.