SUCESSO GARANTIDO

Produtor musical, cantor, rapper, compositor, designer de moda (ele já fechou parcerias com as grifes francesas Louis Vuitton e Moncler, por exemplo), Pharrell Williams é a reinvenção do popstar

 

Por Piti Vieira

 

Nativo de Virginia Beach (EUA), Pharrell, 40 anos, ficou conhecido no show business por suas produções certeiras e por contribuir com sua voz em trabalhos de artistas como Britney Spears, Justin Timberlake, Snoop Dogg e Madonna. Desde então, sua influência no mundo da música só aumenta. O exemplo mais recente é sua participação na faixa Get lucky do aguardado novo álbum do Daft Punk, Random access memories, com previsão de lançamento para o dia 20 de maio. Primeiro single do novo trabalho do duo francês, Get lucky foi a música mais baixada no iTunes no dia de seu lançamento, em abril, e quase deixou o sistema em colapso, tamanha a vontade dos usuários de ter a música. Confira, a seguir, as principais colaborações do rapper Midas.

1. O álbum de estreia da rapper americana Azealia Banks, intitulado Broke with expensive taste, terá a participação dele.

2. Amigos de longa data, Jay-Z e Pharrel já fizeram algumas parcerias. Uma delas é a música Excuse me miss, de Jay-Z, de 2003, parte do álbum The blueprint: the gift & the curse.

3. Os sussurros de Britney na música Boys, dizendo “get nasty” para Pharrell, deixaram muitos marmanjos babando. A canção é do disco Britney, de 2001.

4. Señorita foi um enorme sucesso do disco de estreia de Justin Timberlake, Justified. Lançado em 2003, foi produzido por Pharrel.

5. A principal colaboração de Pharrell com Snoop Dogg foi em Drop like is hot, que atingiu o topo da parada da Billboard. Além disso, a dupla esteve junta em Beautiful, cujo clipe é passado no Rio de Janeiro, From tha chuuuch da palace e Let’s get blown.

6. Give it 2 me é a segunda música de trabalho do álbum Hard candy, de 2008, da Madonna, produzido por Pharrel, que também cantou nessa faixa.

7. O clipe da música Blurred lines, do cantor de R&B Robin Thicke, foi censurado no YouTube por ser considerado sexy demais. Nas imagens, ele e Pharrell aparecem rodeados de modelos lindas e seminuas.

8. Em Add SUV, canção da cantora americana Uffie, de seu álbum de estreia Sex dreams and Denim Jeans.

9. Ele é o parceiro do cantor pop libanês Mika na dançante Celebrate, do disco The origin of love.

10. Pharrell canta em Sweet life, do elogiado álbum de estreia do cantor Frank Ocean, Channel orange.

 

Musa do mês

A banda 30 Seconds to Mars, liderada pelo ator Jared Leto, está com clipe novo. Para a alegria dos fãs, Up in the air tem a linda e sexy presença de Dita Von Teese. No vídeo, a musa pin-up aparece com paetês e corpete fazendo caras e bocas em cima de um touro mecânico pink. Quente!

 

Ronnie Von psicodélico em vinil

A Polysom vai relançar os três discos da fase psicodélica de Ronnie Von em vinil: O homônimo, de 1968, A misteriosa luta do Reino Parasempre contra o Império do Nuncamais, de 1969, e Minha máquina voadora, do ano seguinte.

 

Trilha do ano

A nova adaptação de O grande Gatsby, de F. Scott Fitzgerald, estreia no dia 14 de junho; mas, desde já, um de seus elementos vem sendo bastante comentado: a trilha sonora. Com produção do rapper Jay-Z, a trilha mistura o jazz da época em que se passa a história com músicas atuais de hip-hop e eletrônicas. Foi divulgado recentemente um vídeo que oferece uma amostra do que poderá ser ouvido no filme, com trechos de músicas como Love is blindness, de Jack White, Over the love, de Florence and The Machine, e Young and beautiful, de Lana del Rey, além de faixas de artistas como The XX, Gotye e Fergie. Uma das músicas mais esperadas da trilha sonora, porém, ficou de fora: o cover de Back to black, de Amy Winehouse, gravado por Beyoncé e Andre 3000. O grande Gatsby, dirigido por Baz Luhrmann, traz Leonardo DiCaprio no papel principal.

 

Palinha

A cantora e compositora Bárbara Eugênia acaba de lançar o seu segundo álbum, É o que temos. Carioca, Eugênia mora há oito anos em São Paulo, onde gravou o novo disco, no qual mantém as referências e sonoridades do CD de estreia, Journal de BAD, de 2010. “É difícil dizer o que os discos têm de diferente. Mas acredito que é uma evolução, como acontece normalmente na vida. Estou mais segura”, diz ela. Conheça as preferências musicais da cantora.

Minha música favorita deste ano: Awake my body, do cantor americano Alexander Ebert.
Minhas três músicas favoritas de todos os tempos: Blue jay way, dos Beatles, Tô, do Tom Zé, e qualquer versão de Blue moon.
Artista novo favorito: Pélico (cantor e compositor paulistano).
A música que é a minha cara: Dentro da minha cabeça, de A cor do som.
Minha colaboração dos sonhos: a vida.
Último grande show a que assisti: (da banda de rock paulistana) Delvindelux.
Equipamento musical ou instrumento favorito: piano.
Meu toque de celular: uma música meio indiana.

 

AGENDA

• A cantora americana Cat Power se apresenta no Rio de Janeiro no dia 18 de maio, no Circo Voador, em Recife, no dia 19, no Catamaran, e em São Paulo, no dia 21, no Cine Joia.

• A dupla britânica Pet Shop Boys mostra faixas do álbum Eletric e sucessos antigos, como West end girls, no dia 22 de maio, no Credicard Hall, em São Paulo.

• O BMW Jazz Festival aporta mais uma vez em São Paulo, dos dias 6 a 9 de junho, e no Rio de Janeiro, de 8 a 10 de junho, com atrações como Pat Metheny, Esperanza Spalding & The Radio Music Society (contrabaixo e voz), Brad Mehldau Trio, entre outros. www.bmwjazzfestival.com