UMA DIVA EM FORMA

A fisioterapeuta Andréa Kehrwald mostra por que o papel de uma cantora fatal lhe cai bem

 

Fotos Cadu Assalin

 

 

O QUE HÁ NA ÁGUA desse lugar? O ar que elas respiram é especial? Ou será que há um ímã enterrado no solo? É difícil dizer o que acontece com a cidade de Horizontina, no Rio Grande do Sul, mas não há dúvida de que existe algo de diferente. Além da top model Gisele Bündchen, uma das mulheres mais bonitas do mundo, ter nascido nesse pequeno município com cerca de 20 mil habitantes, outras tantas beldades foram atraídas para a cidade, sabe-se lá por quê. É o caso da fisioterapeuta Andréa Kehrwald, 34 anos, que nasceu em Três de Maio, também no Rio Grande do Sul, mas, ainda pequena, foi deixar Horizontina ainda mais bela. “Conheço a Gise desde criança. Ela é bem amiga da minha irmã e jogávamos voleibol juntas”, diz Andréa sobre a cidadã mais ilustre da cidade. Parando para analisar as fotos deste ensaio, no qual Andréa interpreta uma diva da música especialmente para a Status, dá para imaginar que time matador elas formavam, não é? Viciada em esporte, Andréa acabou seguindo a carreira de atleta e, anos depois, se formou em fisioterapia com aperfeiçoamento em RPG e pilates. “É incrível você colocar uma pessoa em pé novamente. Saber que você tem a capacidade de ajudar o próximo com o seu trabalho não tem preço”, diz ela, que hoje vive em São Paulo.

Depois deste ensaio, o primeiro sensual de sua vida, vai chover marmanjo querendo se tratar com ela. “Ser assediada é inevitável, mas lido muito bem com isso desde que me formei. Sou muito profissional e mantenho a postura”, diz ela. Sem chances, então? Andréa, para a nossa felicidade, não fecha a porta. “Já rolou uma vez sair com um ex-paciente. Bom, se chover marmanjo querendo se tratar comigo, vou ter de trabalhar ainda mais.” A boa notícia é que ela está solteira. “Não estou procurando namorado, mas as mulheres sempre buscam uma pessoa bacana para estar do seu lado, para se sentirem protegidas, amadas”, diz. Quer uma dica? Ela diz que, para conquistá-la, tem que ter bom papo, ser interessante, inteligente, descolado, ter atitude, pegada e fazê-la sorrir. Ufa! Mas gostar da banda americana Maroon 5, saber tudo sobre o filme P.S. Eu Te amo e curtir a cantora inglesa Adele já é meio caminho andado para iniciar a conversa. Ah! Andréa, que começou a trabalhar como modelo aos 32 anos, também é uma mulher de iniciativa. “Tenho algumas fantasias realizadas e várias para realizar”, diz. Uma delas foi transar em uma pedreira – o lugar mais louco em que ela se entregou para alguém. E completa. “O sexo é essencial.” Essa cidade de Horizontina é realmente especial.