QUAL É A MÚSICA?

Para homenagear Adam Yauch, líder dos Beastie Boys, morto há um ano, artista cria série de desenhos, cada um representando uma composição do grupo americano de rap

 

Por Piti Vieira

 

 

Faz um ano que morreu Adam Yauch, o beastie boy que assumiu o budismo como religião e o Tibete como causa (foi ele quem bolou o Tibetan Freedom Concert, concerto beneficente que em 1996 reuniu nomes como De La Soul, Fugees, Sonic Youth, Beck, Foo Fighters, Björk, Smashing Pumpkins, Red Hot Chili Peppers, Rage Against the Machine, Yoko Ono e os próprios Beastie Boys, entre outros, e que se repetiu por mais cinco anos). Para homenagear MCA, como ele era conhecido, o artista  James Curran fez uma série de 35 desenhos, cada um representando uma música dos Beastie Boys. Os quadros estão à venda pelo site www.slimjimstudios.com/ayearandaday e o dinheiro arrecadado vai para o tratamento de crianças com câncer. Confira ao lado uma seleção e tente adivinhar o nome das músicas representadas.

 

A trilha sonora do verão europeu

A aguardada coletânea “Ibiza 2013”, lançada pela influente gravadora britânica Cr2 Records no mês passado, traz o hedonismo das pistas de dança da ilha espanhola, as mais badaladas do mundo. No dia de seu lançamento oficial, o disco já alcançou o primeiro lugar na parada geral “Top Albuns” do iTunes Brasil, prometendo repetir o sucesso de seu antecessor “Ibiza 2012”, que permaneceu em primeiro lugar na parada eletrônica do iTunes por mais de seis meses e ainda hoje está no Top 10. Compilado pelos DJs Mync e Mario Fischetti, inglês e brasileiro, respectivamente, “Ibiza 2013” inclui 79 músicas produzidas por nomes como Daft Punk, Tiësto, entre outros, além de novidades exclusivas da Cr2 Records. Conversamos com Mync, que concluiu recentemente sua quarta turnê pelo Brasil.

O que explica o sucesso da coletânea de músicas “Ibiza”?
É uma mistura da qualidade das músicas selecionadas por mim e pelo Mario Fischetti e a penetração cada vez maior da Cr2 Records no Brasil.

O que faz de Ibiza um lugar tão especial?
É uma ilha mágica. Um lugar onde é possível relaxar em praias belíssimas e festejar a noite toda nos melhores clubs do mundo. Foi lá que descobri a house music.

Como a plateia brasileira se difere das outras ao redor do mundo?
Vocês realmente gostam de festas. Talvez por causa do clima, não sei. Mas as pessoas aí amam música eletrônica.

 

Musa do mês

A carioca Larissa de Macedo Machado, 20 anos, que se apresenta usando o nome artístico Anitta, viu o sonho de ser artista famosa virar realidade quando a música Show das Poderosas, que ela canta, estourou nas rádios. O clipe da faixa já atingiu mais de 14 milhões de visualizações no YouTube e ela tem feito uma média de 25 apresentações por mês. A bela morena largou o curso de administração e um disputado estágio na Vale do Rio Doce (para o qual foi selecionada entre mil candidatas) para se dedicar ao som do funk, hip-hop e pop.

 

Palinha

O músico pernambucano China, batizado Flávio Augusto Dornelas Câmara, ex-VJ da MTV e atual apresentador do programa A liga, da Band, conta sobre suas preferências musicais e outras curiosidades.

Minha música favorita deste ano: Remédio, dos curitibanos do Uh La La!
Minhas três músicas favoritas de todos os tempos: Sua estupidez, de Roberto e Erasmo Carlos, Dia 36, de Os Mutantes, e Manguetown, de Chico Science e Nação Zumbi.
Artista novo favorito: Tibério Azul (músico e poeta pernambucano).
A música que é a minha cara: Só vou gostar de quem gosta de mim, do Roberto Carlos.
Um sonho: Ter uma creche que ensine música para as crianças.
Último grande show a que assisti: Thurston Moore (líder da recém-extinta banda americana Sonic Youth) no Cine Joia.
Equipamento musical ou instrumento favorito: Violão.
Melhor cidade para se tocar: Recife.
Coisa mais estranha que já recebeu de um fã: Duas calcinhas que voaram no palco enquanto eu fazia um show.
Meu toque de celular: Tum tum tum tum.

 

AGENDA

• A banda The Breeders, formada por Kim Deal, baixista do Pixies, toca em São Paulo em 24 de julho, no Cine Joia.

• O cantor e compositor Morrissey, ex-líder dos Smiths, fará shows em três cidades brasileiras em julho e agosto deste ano: no Credicard Hall de São Paulo (30/7), na Arena Brasília do Distrito Federal (2/8) e no Citibank Hall do Rio de Janeiro (4/8).