JAMIE OLIVER

Em sua cruzada a favor da comida saudável, o chef inglês consegue mudar até a receita dos hambúrgueres do mcdonald’s

 

 

Programas de tevê exibidos em todo o mundo e livros de receitas alçados a best-sellers não são a refeição principal do famoso chef de cozinha. Aos 38 anos, James Trevor Oliver, ou apenas Jamie Oliver, usa seu status de celebridade para melhorar a qualidade do que nossas crianças comem. O inimigo do chef ativista inglês é claro: comida fast- food. Sua “food revolution” começou com campanhas para pressionar as autoridades a mudarem a merenda nas escolas públicas no Reino Unido e nos Estados Unidos, substituindo alimentos industrializados por verduras e frutas. Incansável, ele amplia o alvo para as grandes redes de lanchonete. No mês passado, após denunciar na tevê que os hambúrgueres do McDonald‘s servidos nos Estados Unidos eram preparados com hidróxido de amônio para converter gordura em recheio de sanduíches, Jamie viu a rede anunciar que mudaria a receita. Certamente uma grande vitória para o rapaz crescido em Essex, interior da Inglaterra, casado, pai de quatro filhos e que, sem nunca ter obtido um diploma na vida, comanda mais de quatro mil funcionários entre seus restaurantes, produtora de tevê
e entidades beneficentes.