AJUSTADOS COM O MEIO AMBIENTE

Colaborar com a preservação de patrimônios naturais e, de quebra, portar um relógio dotado da mais alta tecnologia. Essa é a estratégia usada pelas grifes suíças para conquistar o público ligado a causas politicamente corretas

 

Eles são “feinhos, mas estão em dia com a natureza”. Durante muito tempo esse foi o mantra de algumas marcas para defender os produtos sustentáveis. Essa fase, definitivamente, ficou para trás. Sobretudo quando as grifes de luxo entraram em campo para mostrar que beleza e sustentabilidade podem, sim, caminhar de mãos dadas. E basta ver os relógios Aquatimer Edição Galápagos Islands, da suíça IWC, e Seamaster Planet Ocean 600 M GoodPlanet, da também suíça Omega, para isso ficar ainda mais claro. Ambos conseguem unir o melhor dos dois mundos, a beleza e a sustentabilidade, em uma parceria com duas fundações que lutam para preservar o meio ambiente.

A IWC destina parte das vendas de seu relógio para a Charles Darwin Foundation, que trabalha na conservação do Arquipélago de Galápagos, um dos grandes laboratórios vivos do planeta, no Oceano Pacífico, a cerca de mil quilômetros da Venezuela. Já a Omega doa parte dos lucros com o seu modelo para a preservação de mangues e águas marinhas no Sudeste Asiático, um projeto coordenado pela GoodPlanet Foundation.

IWC Aquatimer Edição Galápagos Islands

Cada detalhe do modelo foi pensado de modo a remeter ao Arquipélago de Galápagos. A começar pela caixa de aço vulcanizada na cor preta, em uma clara referência à lava vulcânica lançada no oceano e que dá origem às ilhas exploradas por Charles Darwin (1809-1882). Para completar, o fundo da caixa traz uma gravura em relevo de uma tartaruga gigante, um dos animais mais presentes no lugar. Ideal para a prática de mergulho, resistente a uma pressão de até 120 metros de profundidade, custa R$ 18,4 mil.

Omega Seamaster Planet Ocean 600 M GoodPlanet

Com um mostrador azul que lem- bra as águas do mar, o modelo da Omega é conhecido por ser um dos mais resistentes debaixo d’água: suporta uma pressão de 600 metros de profundidade. Isso se deve a sua caixa de aço inoxidável polido e escovado e também ao vidro de safira, que protegem a máquina. O fundo da caixa é transparente e vem com o nome da fundação GoodPlanet gravado. Preço: R$ 20,4 mil.