VERÃO DE OURO

Começo de ano agitado para os amantes de cinema. Os principais vencedores do Globo de Ouro 2014 entraram em cartaz este mês no Brasil

 

Por Endrigo Chiri

 

Trapaça 

Eleito “Melhor filme de comédia/musical”, conta a história de Irving Rosenfeld (Christian Bale), um trapaceiro que se vê obrigado a trabalhar com um agente do FBI (Bradley Cooper). Mas quem rouba a cena são as mulheres do trambiqueiro, vividas pelas atrizes Amy Adams e Jennifer Lawrence, escolhidas, respectivamente, como “Melhor atriz de comédia/musical” e “Melhor atriz coadjuvante”.

Mandela: Long Walk to Freedom

Inspirado na biografia de mesmo nome escrita pelo saudoso Nelson Mandela, o filme rendeu o segundo Globo de Ouro de “Melhor canção original” à banda U2, autora da música Ordinary love.

Clube de Compras Dallas

A história do cowboy que descobriu estar com Aids em 1985 e, em vez de esperar a morte, decidiu contrabandear drogas alternativas para tratar a doença rendeu aos atores Matthew McConaughey e Jared Leto, respectivamente, os prêmios de “Melhor ator de drama” e “Melhor ator coadjuvante”.

12 Anos de Escravidão

“Melhor filme de drama”, conta a história (real) de Solomon Northup, negro livre do norte que, após ser sequestrado, torna-se escravo e precisa lutar para sobreviver e retomar sua liberdade.

 

Mas e o Oscar?

A lista fica ainda melhor se incluirmos os indicados a “Melhor filme” ao Oscar 2014, que será entregue no dia 4 de março. Com exceção de Mandela, somam-se aos filmes citados acima Gravidade e Capitão Phillips, que estão deixando as salas de exibição, e Nebraska e Philomena, que continuam em cartaz. 

*O Lobo de Wall Street e Ela, resenhados aqui na edição de dezembro, levaram os prêmios, respectivamente, de “Melhor ator comédia/musical” (Leonardo di Caprio) e “Melhor roteiro” (Spike Jonze). O primeiro já está em cartaz, e o segundo tem estreia prevista para 14 de fevereiro.

 

BASEADO EM FATOS REAIS 

Dois documentários que acabam de estrear

A nudez de Ney
Batizado de Olho nu, o documentário de Joel Pizzini parte de um conjunto de imagens e sons reunidos por Ney Matogrosso ao longo da carreira – o que inclui uma entrevista concedida ao ator Grande Otelo – para navegar pelas muitas facetas da obra e da vida do cantor. O longa-metragem une este rico material de arquivo a mais de 200 horas de imagens atuais, gravadas com Ney no Rio de Janeiro, onde mora, e em Bela Vista, em Mato Grosso do Sul, onde nasceu 72 anos atrás.

 

A vez do morro

O curta-metragem Tem gringo no morro, de Bruno Graziano e Marjorie Niele, discute os prós e contras do turismo em favelas, especialmente o da Rocinha, a maior da América Latina, que atualmente atrai cerca de três mil visitantes estrangeiros por mês. O filme pode ser visto na íntegra no Vimeo da produtora Controle Remoto Filmes.

 

De olhos bem abertos

Outros bons lançamentos do mês

RoboCop, de José Padilha

Estreia do diretor de Tropa de Elite em Hollywood, o novo RoboCop é a versão de José Padilha para o sucesso de bilheteria lançado em 1987. Com Gary Oldman, Michael Keaton, Samuel L. Jackson e Joel Kinnaman, este no papel do policial Alex Murphy, a trama se passa em 2029 e uma coisa Padilha já prometeu: alguns jargões devem surgir do filme, assim como aconteceu com os dois Tropa de Elite e com o RoboCop original.

Inside Llewyn Davis – Balada de um Homem Comum, de Ethan e Joel Coen

Nova empreitada cômica dos irmãos Coen mostra alguns dias da miserável vida de Llewyn Davis (Oscar Isaac), músico de folk que luta para sobreviver na Nova York dos anos 60. O longa é uma viagem estética e musical, com trilha-sonora interpretada por Justin Timberlake e Carey Mulligan (que vivem um casal de amigos do músico no filme), Marcus Mumford e Punch Brothers, fruto de mais uma parceria com o músico e compositor “T-Bone” Burnett.

Caçadores de Obras-Primasde George Clooney

Ao lado de Matt Damon, Bill Murray e Cate Blachett, o ator George Clooney ataca mais uma vez de diretor e roteirista, no filme que conta a história real de um grupo de especialistas incumbidos de recuperar obras de arte roubadas pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.