ÍCONES ANÔNIMOS

O que existe atrás dos capacetes de robô dos superastros mais enigmáticos do pop atual? Conheça segredos e curiosidades do Daft Punk

 

Por Piti Vieira

 

A dupla formada por Guy-Manuel de Homem-Christo e Thomas Bangalter saiu consagrada do Grammy Awards 2014 vencendo todos os cinco prêmios aos quais concorria, incluindo o de álbum do ano por Random access memories, que figurou em praticamente todas as listas de melhores de 2013. Na última década, a influência do Daft Punk ficou colossal. É difícil citar outros artistas que tenham atingido tantas bandas, sons e tendências. Confira os principais pontos da carreira do duo, curiosidades sobre os homens por trás das máscaras e as extravagâncias de gravação e divulgação do último disco.

>Alto e magro, Bangalter (acima, à esquerda), 39, tem o rosto alongado e barbudo e cabelo cacheado. Homem-Christo (acima, à direita), 40, tem um rosto largo, traços delicados e cabelo castanho comprido. Na adolescência, a cabeleira era oleosa e lisa e, frequentemente, ele era visto usando um casaco de pele e levando seus pertences em uma sacola de plástico. Ele não gosta muito de contato visual e é calado, enquanto Bangalter é extrovertido.

>Os dois se conheceram quando estudavam na 8a série, no Lycée Carnot, cujos ex-alunos incluem Jacques Chirac, Dominique Strauss-Kahn e o chefe da OMC Pascal Lamy.

>O pai de Bangalter era artista e produtor da era disco nos anos 70. Hoje, é casado com uma brasileira e mora em Caraíva, no litoral sul da Bahia.

>Os pais de Homem-Christo tinham uma agência publicitária. Seu bisavô Francisco Manuel de Homem-Cristo Filho era um escritor, descrito por historiadores como “o primeiro português fascista”.

>Quando completou 18 anos, Bangalter ganhou US$ 1.500 de presente e comprou alguns sintetizadores e samplers e começou a fazer experimentos musicais em seu quarto. Empolgados com o resultado, ambos abandonaram a faculdade, nomeando sua nova banda dance de Daft Punk. O nome é uma homenagem a uma crítica nada impressionada feita ao Darlin’ (trio de rock formado pela dupla mais Laurent Brancowitz, um dos guitarristasda banda Phoenix) que se referia ao único single da banda como “lixo punk ridículo”.

>Homem-Christo mora no charmoso bairro parisiense de Montmartre. Bangalter divide seu tempo entre uma casa no moderno bairro de Marais e outra,com paredes de vidro, em Hollywood Hills, nos Estados Unidos.Ele comprou a residência em 2004 de um dos produtores do filme Assassinos por natureza. Os dois músicos franceses têm filhos pequenos, mas não gostam de falar publicamente sobre suas famílias.

>Nos anos 90, a dupla enfiava a cabeça em sacos pretos durante aparições promocionais e comprava máscaras de Halloween assustadoras para usar em sessões de fotos. Os capacetes de robô, desenhados por amigos artistas franceses, originalmente tinham perucas.

>Em 2001, a caminho de uma sessão de fotos para uma revista na qual mostraram os capacetes pela primeira vez, o Daft Punk arrancou as perucas, decidindo que os robôs ficariam melhor sem elas.

>Hoje, os dois têm várias versões diferentes dos capacetes – algumas com sistemas de refrigeração e comunicação embutidos, para shows ao vivo; outras, feitas de material que fotografa melhor, para sessões de fotos. Seus modelos mais recentes foram feitos por uma empresa de fabricação de figurinos de Hollywood, que precisou assinar um acordo de confidencialidade com relação às especificações dos capacetes.

>Disco Stu, o dono da discoteca Stu’s, do desenho Os Simpsons, usou o capacete cromado do robô de Bangalter em um episódio da série.

>Em seu estúdio em Paris, que fica na zona sul da cidade, há um imenso sintetizador modular com aproximadamente 1 m de altura por 2 m de largura, feio à mão, sob medida. O instrumento foi usado em todas as músicas do Random access memories.

>Antes do lançamento do disco, a dupla fez uma ação promocional no festival Coachella de 2013. Para tanto, alugaram uma mansão em Palm Springs, que pertenceu ao cantor e ator Bing Crosby (1903-1977). Convidaram amigos, passaram o dia à beira da piscina, esvaziaram várias garrafas de Veuve Clicquot e contrataram chefs para trabalhar na churrasqueira. Homem-Christo dormiu no quarto onde JFK supostamente teve seu caso com Marilyn Monroe.

40 ANOS DE AC/DC

Sem lançar um disco novo desde Black ice, de 2008, a banda australiana AC/DC vai entrar em estúdio em maio para gravar um álbum inédito. O grupo também está preparando uma megaturnê em comemoração aos 40 anos de carreira. “São 40 anos de existência da banda. Acho que vamos tentar fazer 40 apresentações para agradecer aos fãs por sua lealdade imortal”, diz o vocalista Brian Johnson.

Saudade em inglês

O sétimo álbum do Thievery Corporation chama-se Saudade e chega às lojas no dia 1o de abril. Formado pelos americanos Rob Garza e Eric Hilton, fãs de bossa nova e que já contaram com Seu Jorge e Bebel Gilberto em outros discos, o novo trabalho tem 13 faixas. A ideia é resgatar o ambiente sonoro da virada dos anos 60 e 70. Todas as músicas possuem vocais femininos.

MUSA DO MÊS

Uma das mais badaladas cantoras da Europa, a francesa Isabelle Geffroy, conhecida como Zaz, fará quatro shows no Brasil este mês (dia 19 em BH, 20 no Rio, e 22 e 23 em SP). Ela tem sólida formação musical, fruto de seis anos de estudo de piano, e somou a isso a trajetória de crooner de cabarés e cafés em Paris, e de shows nas ruas de Montmartre, a exemplo de Madeleine Peyroux, que também perambulou pelas vielas francesas. Mas as semelhanças entre as duas param aí. A música de Madeleine é mais intimista, enquanto Zaz canta a alegria e é apaixonada por ritmos vibrantes.