MEU ACERVO MUSICAL

Conheça cinco serviços em português para você ouvir músicas por streaming

 

Por Piti Vieira

 

Quem gosta de ouvir músicas tem quatro opções: comprar um vinil, para ter a experiência única de sentir a qualidade das gravações; comprar músicas digitais, que custam quase o mesmo preço das mídias físicas; gastar tempo baixando músicas piratas (o que é ilegal); ou usar serviços de streaming,que estão chegando em peso ao Brasil com preços bem competitivos. A vantagem? Com catálogos que reúnem álbuns de artistas do mundo inteiro, os serviços de streaming de áudio permitem ouvir uma quantidade imensa de faixas em qualquer aparelho (de computadores a tablets), não importa o espaço disponível. Tudo fica guardado na nuvem e pode ser acessado pelo navegador ou por aplicativos, pagando uma mensalidade. Confira, a seguir, como funcionam seis serviços e escolha um para curtir suas músicas preferidas.

 

STATUS 36 - APPROACH, PLAY

 BANDA DE HUMANOIDES

A banda de robôs conhecida como Z-Machines, criada no Japão, tem um exímio guitarrista com 78 dedos chamado “Mach”, um baterista com 22 braços que atende por “Ashura” e um tecladista que toca com lasers, o “Cosmo”. Criada por cientistas da Universidade de Tóquio, no Japão, o grupo encontrou um parceiro humano. O compositor Squarepusher, responsável por músicas que influenciaram gêneros como acid house e até jazz, se encantou com a ideia de uma banda robótica. Eles lançaram recentemente pela gravadora inglesa Warp seu primeiro disco, chamado “Music For Robots”, com cinco faixas. Segundo Squarepusher, “os instrumentos usados no projeto são executados de formas que até então eram impossíveis”.

STATUS 36 - APPROACH, PLAY

 

TEM GRINGO NO SAMBA

O DJ, produtor e radialista suíço Gilles Peterson, radicado na Inglaterra, não tem um programa semanal na BBC chamado “Worldwide” (Mundial) por acaso. Ele vive acumulando milhagens pelo planeta em busca do que chama de “a batida perfeita”. Entre os roteiros desse pesquisador de sons refinados, o Brasil é um dos destaques. E é no Rio de Janeiro que ele vive sua mais recente aventura. Gilles passou uma temporada na cidade no começo deste ano, produzindo um disco com participações de Elza Soares, Ed Motta, Arlindo Cruz, Mart’nália, Lucas Santtana e Seu Jorge, entre outros. Previsto para ser lançado antes do início da Copa do Mundo, pela gravadora Virgin-EMI,  “Sonzeira – Brasil Bam Bam Bam” vai combinar samba, jazz e soul.

STATUS 36 - APPROACH, PLAY

STATUS 36 - APPROACH, PLAY