A CARA DA MÚSICA EM 2015

Cinco artistas do Brasil e cinco do exterior que você vai ouvir falar muito este ano

 

Por Pablo Miyazawa

 

STATUS 44 - APPROACH PLAY

 Barbara Ohana

O sobrenome é famoso – ela é sobrinha da atriz Claudia Ohana –, mas esse detalhe não faz nenhuma diferença. Vivendo em São Paulo e cantando rock em inglês e português, a carioca segue na direção da bem frequentada cena internacional de cantoras indie como St. Vincent e Lykke Li. Seu primeiro álbum sairá este ano e deve seguir o que ela já lançou na internet, que destaca bases modernas e uma voz virtuosa que desliza entre os sussurros e os agudos sem sustos (Barbara já foi backing vocal da banda de Gilberto Gil). soundcloud.com/ohanabarbara

 

Maglore

STATUS 44 - APPROACH PLAY

O trio baiano faz rock de guitarras com apelo pop, esbarrando na psicodelia rebuscada e malemolente e cantando sobre religião, política e filosofia de vida com notável clareza de ideias. Com um disco previsto para março (produzido por Rafael Ramos), o Maglore é o mais certeiro que o Brasil tem de uma aposta para o segmento do rock de apelo radiofônico. A primeira faixa divulgada, a etérea “Mantra”, dá a pista de que a banda tem mais surpresas guardadas. maglore.com.br

 

Racionais MC’s

STATUS 44 - APPROACH PLAY

O mais relevante grupo musical brasileiro dos últimos 25 anos lançou, finalmente, o sucessor de Nada como um dia após o outro dia (2002). A expectativa sobre o novo disco, chamado de Cores e valores, é tão alta que não será estranho se eles permanecerem como o nosso principal assunto musical em 2015. Em um país mais dividido do que nunca, vozes tão politizadas como as dos “quatro pretos mais perigosos do Brasil” se fazem ainda mais necessárias.
racionaisoficial.com.br

 

Black Alien

STATUS 44 - APPROACH PLAY

Babylon by Gus , Vol. II – No princípio era o verbo, o aguardado disco de Gustavo Black Alien após o clássico Babylon by Gus Vol. 1, finalmente verá a luz do dia em 2015. O ex-integrante do Planet Hemp sempre mostrou potencial para ser uma das vozes mais importantes do hip-hop nacional. Infelizmente, a carreira errática e os problemas com excessos não ajudaram nessa missão. Talvez o novo álbum posicione o rapper carioca no lugar que ele realmente merece na música.
blackalien.net

 

Boogarins

STATUS 44 - APPROACH PLAY

Surgido nas entranhas de Goiânia e com um apelo lisérgico que remete a Mutantes com pitadas de rock rural, o quarteto de garotos de 20 e poucos anos vive um momento singular. Com um disco lançado por um selo americano, a banda fez barulho no exterior, onde participou de festivais, para só depois explorar o Brasil. Esse começo de ano marca o lançamento de seu segundo álbum, ainda sem título.
boogarins.com

 

Björk

STATUS 44 - APPROACH PLAY

A mais famosa artista islandesa de todos os tempos sairá da toca em 2015 para lançar um novo disco. É impossível saber o que esperar, mas em se tratando da desvairada Björk, tudo é possível. Basta lembrar que o último lançamento dela, Biophillia, mistura álbum, filme, performance, instalações em museus e aplicativos para iPad. A única certeza é o envolvimento do produtor venezuelano Arca (que trabalhou com Kanye West no já clássico Yeezus). bjork.com

 

Frank Ocean

STATUS 44 - APPROACH PLAY

Mais do que um rapper proeminente da nova cena americana, ele é um verdadeiro cantor de R&B que surpreendeu o mundo duplamente em 2012: com um disco espetacular (Channel Orange) e a coragem de assumir a homossexualidade em um universo tão machista como o do hip-hop. 2015 marca a volta triunfal com um novo álbum que deverá exibir o que Ocean sabe fazer melhor: ritmos suaves e instigantes, letras profundas e evocações vocais aos antigos mestres da mítica gravadora Motown. frankocean.com

 

Royal Blood

STATUS 44 - APPROACH PLAY

Deve ser a menor banda de música pesada a chegar ao alto da parada britânica. São apenas dois rapazes na casa dos 20 e poucos anos, mas se a ideia de fazer rock em dupla não é novidade (pense em Black Keys e White Stripes), a maneira com que o duo realiza a tarefa é bem original: somente com a bateria e um contrabaixo cheio de efeitos, ligado a três amplificadores. No clima, remete a Queens of the Stone Age e Led Zeppelin, mas com um apelo sensual que também agrada às mulheres. royalbloodband.com

 

Meghan Trainor

STATUS 44 - APPROACH PLAY

Parece que ela surgiu do nada com “All about that bass”, hit pegajoso sobre a contestação dos padrões de beleza vigentes. Mas a americana de 21 anos é uma autodidata que compõe as próprias canções desde os 11. Após ter alcançado o topo de paradas pelo mundo, ela promete um álbum para janeiro. Voluptuosa e sorridente, combina um estilo vintage de cantar com arranjos moderninhos. Meghan será ainda mais falada em 2015. meghan-trainor.com

 

Kendrick Lamar

STATUS 44 - APPROACH PLAY
A baixa estatura (1,68 m) o faz parecer mais jovem (tem 27), mas a experiência e a aclamação são de um artista gente grande. O último disco do rapper americano, good kid, m.A.A.d city, chegou ao segundo lugar da parada americana, rendeu indicações ao Grammy e criou um slogan a partir de um hit irresistível: Bitch, don’t kill my vibe. Um novo álbum deve sair ainda no primeiro semestre, e quem o escutou garante que levará o hip-hop para um “novo nível” de ousadia e qualidade.
kendricklamar.com