VIN DIESEL

O careca mais encrenqueiro das telas só topa lutar de mentirinha. “Sou da paz”, diz ele

 

Por Elaine Guerini, de Los Angeles

 

STATUS 46 - APPROACH, PROJEÇÃO

Vin Diesel nunca se desculpou pela imagem do fortão de pavio curto. Até porque foi graças ao físico avantajado e à cara de poucos amigos que ele venceu em Hollywood. Aos 47 anos, o ator embolsa mais de US$ 15 milhões por filme, como é o caso na franquia Velozes e furiosos, que chega ao sétimo título este mês. Desta vez, as locações exóticas para as corridas automobilísticas incluem o Azerbaijão, onde ele “salta” de carro de um avião, usando um paraquedas gigante. “É o filme mais especial da série, por ser a despedida de Paul, que foi um irmão para mim”, contou ele, lembrando que Paul Walker, coincidentemente, morreu em acidente de carro, em 2013, ainda no meio das filmagens. Para a conclusão do filme, os dois irmãos do ator, Caleb e Coby Walker, tiveram de substitui-lo. Diesel falou à Status.

Como vê a evolução da franquia? Apesar do foco continuar na ação, agora há mais coração nos personagens, não?
– Sim. Isso aconteceu por estarmos juntos há 15 anos. Por sermos uma família, dentro e fora dos sets, já incorporamos elementos mais emocionais nas tramas. Demos uma amolecida, sim, mas sem perder o sentimento de perigo e a adrenalina.

Mesmo sendo um cara musculoso, não é exagero o seu personagem levantar a parte dianteira de um carro com as mãos, como ocorre no filme?
– Acha que não consigo? (Risos) Faço milagres, quando é preciso. A verdade é que, depois do quinto filme, decidimos que, mesmo não pertencendo ao universo dos heróis da Marvel, teríamos a licença para filmar proezas físicas.

 Depois de tanta pancadaria no cinema, ainda encontra algum maluco disposto a puxar briga com você na vida real?
– (Risos) Os meus dias de valentão acabaram. Passei muitos anos envolvido em brigas por ter sido segurança de boate em Nova York, nos anos 80 e 90. Mas abandonei o meu ego de lutador, ao perceber que isso não me ajudaria a conquistar os meus sonhos. Briga hoje só no cinema. Sou da paz.

Do que mais gostou no Rio de Janeiro, por onde a franquia passou em 2011?
– Amei o Rio! A academia de ginástica ao ar livre é uma grande sacada. Não me surpreende o fato de os cariocas exibirem boa forma. Eu não podia ver os aparelhos de musculação nas areias da praia que tinha vontade de parar tudo e dar uma malhada, olhando para o mar. Genial!

 

ETERNO GALÃ

STATUS 46 - APPROACH, PROJEÇÃO

O filme Uma linda mulher, que eternizou Richard Gere como sedutor nas telas, está completando 25 anos. Talvez isso signifique o fim dos papéis de bonitão para o ator? Que nada. Em O exótico Hotel Marigold 2, ele retoma o posto de conquistador, ainda que o foco caia na terceira idade. “Quando Gere pisa no set, as mulheres enlouquecem”, disse John Madden, o diretor do novo filme.

 

TAL PAI, TAL FILHO

STATUS 46 - APPROACH, PROJEÇÃO

Ainda é cedo para saber se Scott Eastwood herdou do pai o talento para as artes dramáticas. Mas os genes, com certeza. O filho de Clint Eastwood é uma cópia do ator consagrado como pistoleiro de faroestes e o policial Dirty Harry. A semelhança ainda é reforçada pelo papel de protagonista que Scott ganhou em Uma longa jornada, vivendo um peão de rodeio. “Como cresci vendo o meu pai caçando os bandidos nos sets, desde menino eu já queria ser o cara que anda armado e conquista a garota bonita no final. E quem não quer?”, contou.

STATUS 46 - APPROACH, PROJEÇÃO

STATUS 46 - APPROACH, PROJEÇÃO

 

GATA SELVAGEM

STATUS 46 - APPROACH, PROJEÇÃO

Não é uma transformação tão radical quanto em Monster, filme no qual Charlize Theron ficou irreconhecível na pele de uma prostituta serial killer. Mas a beleza exuberante da ex-modelo sul-africana mais uma vez foi ofuscada por conta de uma personagem. Ela raspou a cabeça para ingressar no mundo pós-apocalíptico de Mad Max – Estrada da fúria – filme que retoma a franquia inaugurada por Mel Gibson no final dos anos 70, sem ser necessariamente uma continuação. “Mente a mulher que diz se achar linda todos os dias diante do espelho. Há dias em que não gosto de mim, careca ou não”, diz Theron.Sua nova personagem é Imperatriz Furiosa, uma guerreira que quer desesperadamente cruzar o deserto, voltando à terra natal.E não é apenas a cabeleira que ela perde no filme. Um de seus braços é um membro biônico.