CHEIA DE SI

Obstinada e cheia de autoconfiança,a catarinense Manuela Lemos se prepara para mudar de lado da lente e se tornar uma fotógrafa. Uma troca válida, mas que vai deixar saudades

 

Fotos Marco Maia

 

STATUS 48 - ENSAIO

A catarinense Manuela Lemos, ou simplesmente Manu, sabe que mexe bastante com a imaginação masculina e feminina. “É difícil se auto elogiar, mas eu me acho uma mulher muito atraente e interessante. Sou sensual, intensa e sei o quero. É difícil as pessoas ficarem indiferentes a mim: ou me amam, ou me odeiam”, diz a catarinense de 34 anos, nascida em Joinville e radicada em Balneário Camboriú.

Muito vaidosa, ela frequenta a academia regularmente, com personal trainer, e procura cuidar da alimentação para manter seus 55 quilos bem distribuídos por 1,68 metro de altura, 92 cm de busto, 63 cm de cintura e 95 cm de quadril. “Mas não é só isso: para reforçar, frequento semanalmente uma clínica de estética, onde realizo diversos tratamentos corporais e faciais. Gosto de estar sempre bonita e cheirosa, então não economizo quando o assunto é beleza”.

A procura de Manu pela perfeição tem mais a ver com seu jeito obstinado do que pela eterna caça à fonte da juventude. “Poderia dizer que sou modelo, mas nunca me vi assim, apesar de ter feito vários trabalhos na área nos últimos tempos. A verdade é que descobri que também gosto de fotografar, por isso, no momento, estou terminado meu curso de fotografia”. É valido e nós desejamos toda a sorte a ela. Mas sentiremos muito a sua falta, Manu.

 

Assistente de fotografia Marília Lino | Beleza Alex Cardoso | Assistente de beleza Reginaldo Marciliano | Agradecimento especial Sergio Israel