SÓ PARA HOMENS

Dois instrutores de yoga americanos criaram uma nova linha da modalidade milenar apenas para o público masculino. A Diferença? privilegia a força. Conheça A “Broga”

 

Por Piti Vieira

 

STATUS 48 - CORPO E MENTE“A Broga cria o perfeito equilíbrio entre o exercício físico e o relaxamento meditativo” – Robert Sidoti, um dos criadores do método

Os homens que procuram os benefícios da prática milenar da yoga, mas ficam inibidos de estar numa sala cheia de mulheres (o típico público de uma aula da modalidade no mundo ocidental) já podem usufruir de uma nova vertente especialmente concebida para eles: a “broga”, aglutinação de brother com yoga. A nova versão, febre nos Estados Unidos, é mais física, aposta na força e na flexibilidade características da prática, porém, deixa de lado a vertente espiritual. Até o momento, o instituto Broga Yoga, com sede em Vineyard Haven, no estado de Massachusetts, possui 10 mil alunos espalhados por 23 estados americanos.

BOM PARA fortalecer os músculos das regiões abdominal, lombar e pélvica, aumentar o tônus muscular e diminuir o estresse

A variante foi criada pelos americanos Robert Sidoti e Adam O’Neill, que queriam levar os benefícios da prática a mais homens. “Criamos o método em 2011, depois de ouvirmos de muitos amigos que eles se sentiriam envergonhados em uma classe de yoga, normalmente cheia de mulheres, já que não conseguiriam tocar seus tornozelos, muito menos os dedos dos pés”, diz Sidoti à Status. “Eu comecei na yoga porque precisava de mais flexibilidade. Jogo muito basquete e golfe e ela me deu elasticidade, além de mais força. Depois de um tempo praticando eu não só conseguia jogar por mais tempo como arremessava as bolas mais longe. Meus amigos não podiam ficar fora disso”. Por isso, eles resolveram criar as sequências tendo em mente as características do corpo masculino.

A modalidade mistura a tradicional Ashtanga Vinyasa (mais exigente método de praticar asanas, as posturas físicas da yoga, em uma sequência sem intervalos) com exercícios de ginástica funcional e de treino intervalado de alta intensidade (HIIT). “A broga fortelece o core (músculos da região abdominal, lombar e pélvica), aumenta o tônus muscular e diminui o estresse”, diz Sidoti. As sequências criadas pela dupla evitam as posições que implicam dobrar-se ou torcer-se em demasia. “Nós raramente usamos alguma posição que exija se inclinar muito para frente, girar ou dobrar”, diz ele, acrescentando que a aula inclui uma sequência de treinamento intenso. “A maioria dos homens tende a ver a yoga como um exercício, em vez de uma prática espiritual, e nós celebramos o físico”.

STATUS 48 - CORPO E MENTE

Todas as salas de aula onde são feitas a prática precisam estar pintadas de cor neutra e, em hipótese alguma, os professores põem para tocar músicas new age. A trilha precisa ser mais atual, com músicas de bandas como Black Keys e Radiohead, por exemplo. “Os instrutores também não devem ser zen e, sim, mais um parceiro dando dicas de como melhorar a forma física. Mas não pensem que a broga é uma versão babaca e burra da yoga. Nós fazemos tudo com integridade e levamos aos homens os benefícios de flexibilidade que os exercícios de yoga permitem”, diz Sidoti.