MUITO ALÉM DA FERRARI

Sim, os carros são um grande atrativo em Modena, mas a cidade italiana é capaz de encantar o visitante de diversas outras formas. Status esteve lá e traz as dicas:

 

Por Fabrícia Peixoto, de Modena

 

STATUS 50 - APPROACH, PASSAPORTE

A simples menção do nome da cidade parece fazer soar o ronco de um motor. Mas se é verdade que Modena tornou-se celeiro mundial de carros potentes e luxuosos, há uma série de outros atrativos locais que merecem ser reverenciados tanto quanto uma reluzente Ferrari. O que dizer, por exemplo, da Osteria Francescana, considerado o melhor restaurante de toda a Itália? Ou, ainda, de uma oferta riquíssima de embutidos como prosciuttos, mortadellas e culatellos, produzidos pelas mesmas famílias há gerações? Também há os carrões, claro, mas basta pisar ali para entender que quem manda nessa cidade de 180 mil habitantes são elas, as bicicletas, que por sinal são uma ótima forma de explorar aqueles cantos charmosos e menos movimentados. Depois de pedalar, aproveite o happy hour na Via Taglio, um dos points mais baladados de Modena.

 

O chef que é o máximo
Práticos típicos da Itália são reformulados pelas mãos de Bottura

STATUS 50 - APPROACH, PASSAPORTE

Durante um bom tempo, Modena foi “a cidade de Luciano Pavarotti”. Ainda é (os guias fazem questão de apontar a casa onde o tenor viveu), mas os moradores agora têm outro filho ilustre para adular. Considerado o melhor chef da Itália e o segundo melhor do mundo, Massimo Bottura fez de sua culinária um dos pontos turísticos da cidade. Na Osteria Francescana, o visitante encontra um cardápio com pratos característicos do país, mas todos reinterpretados e com cara de arte (e, ainda assim, saborosíssimos). Com oito pratos, o menu é fechado e custa 170 euros. osteriafrancescana.it

É bonito ser feio

STATUS 50 - APPROACH, PASSAPORTE

Um dos pratos mais famosos de Bottura é essa torta de limão, que atende pelo sugestivo nome de “Oops, a torta caiu”. A sobremesa é uma crítica do chef à perfeição absoluta e vem com dez elementos, como grão de café e alcaparra, cada um simbolizando uma cidade do sul da Itália.

STATUS 50 - APPROACH, PASSAPORTE

 Piloto por um dia

Seria um acinte ir até Modena e não pisar fundo numa Ferrari. A melhor forma de fazer isso é no autódromo da cidade, que oferece cinco voltas por 700 euros dentro de uma F430. Quem não faz questão de acelerar tanto, a dica é alugar uma máquina para circular pela cidade (400 euros a diária). Para completar, não deixe de visitar os museus da Ferrari e da Lamborghini, a 20 km de Modena. autodromodimodena.it

STATUS 50 - APPROACH, PASSAPORTE

O circuito comporta apenas dois veículos por vez. Melhor assim, já que a velocidade do F430 chega a 320 km/h

 Palácio em conta

STATUS 50 - APPROACH, PASSAPORTE
A localização central, a construção de 1788 e o jardim ao fundo. Tudo isso faz do Canal Grande uma das melhores opções de hospedagem na cidade. E o que é melhor: esse quatro estrelas tem preços extremamente razoáveis, com diárias a partir de 90 euros (casal). canalgrande.it